Dicas Alimentares para Época de Festas

Dicas Alimentares para Época de FestasNão é entre o Natal e o Ano Novo que se engorda mas sim entre o Ano Novo e o Natal a seguir!

Quando se aproxima o Natal, se alguém pensa seguir ou tinha começado um plano de emagrecimento, é quase certo que, ou desiste, ou suspende aquilo a que se tinha proposto.

Esta quadra festiva onde se reúne toda a família é pautada pelos excessos consumistas e gastronómicos.

Como em qualquer ocasião festiva, tudo se passa à volta da mesa. A comida sempre foi pretexto para socializar ou o convívio sempre foi pretexto para comer. Nada de mal nisso, não fossem os exageros. Mas para muitos isso faz parte da tradição.

É o bacalhau, o peru ou polvo, as rabanadas, as filhós, os sonhos, o bolo-rei, os frutos secos, o vinho, espumante ou o vinho do Porto, a mesa repleta de comida para a ceia e o almoço de Natal.

E para que nada falte, normalmente sobra comida até ao fim do ano onde tudo se repete. Ao contrário do que habitualmente se pensa, se a ideia era engordar qualquer coisa no Natal, era bom começar a emagrecer antes de ele chegar. Fazia-se depois uma pequena interrupção nesses dois dias e depois continuar-se-ia a “dieta”… até ao Ano Novo. E retomava-se novamente. Pelo menos, não se ficava com mais peso…

Mas como nesta altura já estamos em cima do acontecimento, é melhor aproveitarmos o novo ano para iniciar uma vida nova tendo alguns cuidados para que no final das festas, a balança não nos assuste.

Não são necessárias privações, apenas contenção. Em primeiro lugar, procure manter sua alimentação saudável, durante todo o ano. Pratique exercícios físicos que ajudem a manter o seu metabolismo acelerado e proporciona uma boa queima de gorduras (https://fitnessbr.info/q48-queima-de-48-horas-2-0-o-melhor-programa-queima-de-gordura-rapido/).

Tenha atenção às quantidades de comida que faz, para que não tenha que andar a comer sobras durante oito dias. Na véspera e dia de Natal, encha parte do prato com legumes, tendo o cuidado de usar muito pouco azeite no tempero do prato.

Não vá para a mesa com muita fome, comendo, se para tal for necessário, um prato de sopa antes do jantar. As sobremesas são normalmente à base de fritos, caldas de açúcar ou frutos secos, sendo por isso altamente calóricas.

Não as coma todas de uma vez porque, além de estar a sobrecarregar o organismo com energia que não conseguirá queimar, poderá estragar o prazer da refeição com uma digestão difícil. O ananás ou a salada de frutas sem açúcar são uma boa opção.

Tenha atenção à quantidade de bebidas alcoólicas ingeridas porque o álcool é o segundo maior fornecedor de calorias, a seguir às gorduras.

No dia seguinte, aproveite a parte da manhã ou a parte da tarde para dar uma caminhada. Vai seguramente sentir-se melhor e tirar de cima o peso da culpa de ter comido tanto. Bom mesmo seria que começasse a fazê-lo 3-4 vezes por semana e pelo menos durante 30 minutos.

Alimentação saudável nas festas de final de ano.

Os conselhos não são muitos nem novos, mas festim é festim e é para se aproveitar. Como se costuma dizer, não é entre o Natal e o Ano Novo que se engorda mas sim entre o Ano Novo e o Natal…seguinte!
Boas Festas